Imagem capa - Não é apenas uma imagem por JOÃO REGIS
Livre

Não é apenas uma imagem

Nesta imagem, temos três “atores”: O jovem à direita é Danizete que tive a satisfação de conhecê-lo na rodovia PB-085, no trecho entre Lagoa de Dentro, cidade onde moro e Jacaraú terra natal dele. O rapaz à direita é Josinaldo, veterano nos pedais, meu conterrâneo e juntos já percorremos centenas de quilômetros pelas rodovias do interior do estado da Paraíba. O homem ao centro desta fotografia é Eneias, nosso primeiro pedal juntos aconteceu na manhã do dia 23 de agosto de 2020. E com certeza, foi o pedal que marcou minha vida.


Eneias tem 45 anos e vem de uma luta contra a obesidade. Ele, em meados de 2018 pesava 180 kg e, em uma brincadeira, subiu na bicicleta da filha e percebeu que os pneus o suportavam, então resolveu pedalar pelas ruas da cidade e não parou mais. Iniciou uma alimentação balanceada e deu continuidade ao ciclismo. Na data desta foto ele pesava 110 kg. E sua meta é chegar aos 80 kg até junho de 2021.


Combinamos com Eneias e outros amantes do ciclismo para fazermos um pedal curto, de aproximadamente 30 km. No ponto de encontro e partida surgiram Josinaldo e Danizete que haviam combinado outra rota bem maior. Em poucos minutos de conversas resolvemos segui-los. Destino: Cachoeira do Roncador – Pirpirituba/PB, um percurso 2 vezes maior.


Quando voltávamos, por volta das 11hs da manhã, sob sol forte, e restando 15 km para completarmos o percurso, Eneias comentou que gostaria de finalizar aquele pedal alí. Pediu que seguíssemos nosso trajeto e ele iria chamar um carro para levá-lo a sua residência. Foi convencido por Danizete e Josinaldo a superar seu cansaço e concluir o percurso. Na primeira subida, Eneias demonstrou não ter forças para seguir em frente, ao perceber o enorme esforço dele, o amigo Danizete pôs a mão esquerda nas suas costas e começou a pedalar de forma muito intensa objetivando dar impulsos para que Eneias subisse a ladeira sem descer da bicicleta.


Quando avistei a cena tentei também fazer o mesmo e somar forças, mas infelizmente a bicicleta em que eu estava não me permitiu isso. Na subida seguinte, Josinaldo se aproximou de Eneias e juntamente com Danizete passou a contribuir para que estes aclives fossem superados. A mim coube o papel de fotógrafo. Saquei meu celular do bolso e fiz algumas imagens deste lindo momento. Um momento de união, de companheirismo, de superação, de empatia.


O fato é que para muitos essa imagem pode ser um sinal de fraqueza, mas para Eneias foi um momento de GRATIDÃO. Segundo o mesmo, “tudo aquilo que você joga para o universo você receberá de volta.” Eneias acredita que “tudo nessa vida tem um propósito”, de fato, iríamos fazer uma rota diferente, mas “como tudo é permissão do Criador do Mundo” este momento resultou em um belo registro que para ele (Eneias) “tem um significado imenso” e afirma que "ESSA É A VERDADEIRA MAGIA DO CICLISMO", o mesmo vibra com os resultados que já alcançou e grita para o mundo que o pedal faz parte da sua vida e ecoa: "VIVA O CICLISMO”!


E quanto a mim, continuei seguindo o trio desta foto, estava muito emocionado, observando a solidariedade dos companheiros e com o aprendizado que “juntos somos mais fortes.”


Eneias completou o percurso e segue ativamente com seus pedais, matando um leão por dia, para atingir sua meta.


Você duvida que Eneias vai bater a meta?